terça-feira, 4 de maio de 2010

Separação



Nunca imaginei que sobreviveria para contar.... Assim como também nunca imaginei passar por uma para esperimentar! Quero colocar aqui todas as palavras que andam assombrando minha mente e todos os sentimentos que andam apertando meu coração...
É triste sabe... É muito triste quando acaba um relacionamento, principalmente, quando este durou tanto tempo e ainda terminou entre mágoas e lágrimas! Agente conheçe alguém, começa à namorar e aí pronto... logo se apaixona... é bem aí que mora todo o perigo!
Começei à namorar com 16 anos, namorei com essa pessoa durante 6 anos, fomos noivos e até chegamos à morar juntos e tal... No começo ia tudo muito bem, porém com o tempo começei à conhece-ló e também à me decepcionar com suas atitudes. Muitas vezes não é uma questão de amor sabiam???
Na verdade acho na maioria dos casos é uma questão de tolerância e de respeito, o que importa muito mais do que amor e a paixão é realmente o respeito, a dignidade, o companherismo... Afinal passaremos o resto de nossas vidas juntos à nos amar!
Demorei muito para entender que não fomos feitos um para o outro, que o nosso destino não é um ao lado do outro e que Papai do Céu não nos quer juntos...
Não foi fácil e não está sendo! Lembranças aparecem à todo momento em minha cabeça, meu coração fica apertado e meus olhos se enchem de lágrimas...

...Durante muito tempo você foi minha vida, meu amor, meu anjo... Era com você que eu acordava, com você que eu dormia, era seu beijo de bom dia que eu esperava... Mais durante muito tempo também, foi suas mentiras que me faziam chorar, nossas brigas que me deixavam acoradada, sem falar naquela sensação horrivel que eu sentia quando você sumia... Todas aquelas coisas tristes que vivemos, as decepções, as mágoas, as palavras, as suas atitudes, todas essas coisas nunca mudarão!!!!
Mudança???? Eu não acredito em mudança...
E somente Deus é testemunha de quantas chances eu tentei te dar... Quanto eu lutei por esse amor... Acabou... Em fim eu desisto!!!!!!!!!
Você está livre para voar e para viver, para estar ao lado das pessoas que realmente importam para você e para fazer as coisas que você realmente acha interessante para a sua vida. Agora é tarde para voltar no tempo ( ahhhh e como eu queria que o tempo voltasse para escolher cominhos diferentes e evitar tanto sofrimento...), mais não é possivel... O tempo não volta e o mundo não para de girar!
Agora é tarde para você mudar... Sinto sua falta, mais não vou voltar...
O amor que antes guiava meu coração hoje está adormecido feito pedra. Não quero mais você na minha vida e nem suas mentiras... Não quero mais estar com alguém e permanecer sozinha...


"Não era pra ser assim

Não era pra terminar
Mas tudo chegou ao fim
Tão cedo pra se acabar
Não vou mais me iludir,
E nem me deixar levar
Agora eu aprendi
De todo não me entregar
Eu não me rendo,
Não vou chorar,
Eu sou mais eu, ando vivendo
Já não tô nessa, só você não tá sabendo
Não mete essa,
Agora quem não quer sou eu,
Quem não quer sou eu.
Tô de bobeira,
Eu tô solteiro, vou curtir a noite inteira
Tô numa boa de segunda a sexta-feira
Não mete essa, agora quem não quer sou eu,
Quem não quer sou eu!
Chora, perdeu o meu amor
Agora, chora.
Amei, não deu valor,
Agora, implora.
Passou a sua vez,
Pode chorar, chorar, chorar."

6 comentários:

  1. oie querida, não sofra, Deus sabe o que é melhor pra gente e as vezes o que a gente acha que é o melhor não é e só depois percebemos. já sofri muito também mas com o tempo e percebendo que não era pra vc vc vai ficar bem, vai superar, fique com alguém que te faça feliz e não que te faça chorar, brigar, enfim.. seja sempre mt feliz e pra isso ñ precisamos de homem, certo? temos que ser primeiro por nós mesmas. mt força aí pra vc e paz no seu coração. beijos

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que vc viu isso logo amiga, meu filho namorou durante 5 anos uma moça, todos achavam que iam se casar, menos eu pois sabia que não foram feitos um para o outro, durante 2 anos ele curtiu a vida de solteiro, hoje já fazem 3 anos que ele encontrou sua alma gemea, estão juntos e se dando muito bem.

    Não desanime, esse não era para ser, o que é para ser seu vai aparecer e dai vc vai sentir o amor verdadeiro.

    Fique com Deus.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  3. Meu blog está na semi-final amiga, obrigada.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  4. Profissão Mãe.


    Uma mulher chamada Ana foi renovar sua carteira de motorista.
    Pediram-lhe para informar qual era sua profissão.
    Ela hesitou, sem saber como se classificar.

    "O que eu pergunto é se tem algum trabalho", insistiu o funcionário.
    "Claro que tenho um trabalho" exclamou Ana. "Sou mãe!"

    "Nós não consideramos mãe um trabalho. Vou colocar dona de casa", disse o funcionário friamente.

    Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica. A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona de um título sonante.

    "Qual é a sua ocupação?" perguntou.
    Não sei o que me fez dizer isto. As palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: "Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas."

    A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar pra o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem.
    Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas.

    Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial.

    "Posso perguntar" disse-me ela com novo interesse "o que faz exatamente?"

    Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder: "Desenvolvo um programa de longo prazo (qualquer mãe faz isso), em laboratório e no campo experimental (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa).
    Sou responsável por uma equipe (minha família), e já recebi quatro projetos (todas meninas).
    Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda?).
    O grau de exigência é a nível de 14 horas por dia (para não dizer 24)"

    Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária, que acabou de preencher o formulário, se levantou, e pessoalmente abriu-me a porta.

    Quando cheguei em casa, com o título da minha carreira erguido, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com

    Do andar de cima, pude ouvir meu novo experimento - um bebê de seis meses - testando uma nova tonalidade de voz.
    Senti-me triunfante!

    Maternidade... que carreira gloriosa!

    Assim, as avós deviam ser chamadas Doutora-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas, as bisavós Doutora-Executiva-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas e as tias Doutora-Assistente.

    Uma homenagem carinhosa a todas as mulheres, mães, esposas, amigas, companheiras, Doutoras na Arte de Fazer a Vida Melhor!

    (Marcelo Dias).

    beijooo.

    ResponderExcluir
  5. OI, querida
    Passo para convidar vc a participar da BLOGAGEM COLETIVA ESPIRITUAL QUE PRÉ LANCEI DIA 12 E QUE SERÁ DIVULGADA HOJE: DIA 13...
    Conto com sua participação, na certa, vc muito nos acrescentará!
    ENTRETANTO, FIQUE À VONTADE!
    Bj no seu coração

    ResponderExcluir
  6. Menina dos Olhos de Deus9 de junho de 2010 00:06

    Querida, fiz de suas palavras minhas palavras, você descreveu exatamente o que eu vivia, tanto as coisas boas, quanto as ruins. A dor da separação é algo imensurável, nunca imaginei que doesse tanto...O fim de um namoro não dói tanto quanto a de um casamento, onde se dividia a cama, o dormir e acordar todos os dias. Mas acho que a vida é isso mesmo, às vezes precisamos tomar decisões doloridas, mas que farão vivermos o resto todo sem dor. Se não tentássemos jamais saberíamos e vencer é um privilégio para poucos.

    ResponderExcluir

Palavras ao vento agradece sua visita!
Deixem suas críticas e opiniões...
Voltem sempre

Lívia Franzoni